TRADIÇÕES RELIGIOSAS:CRISTIANISMO

03/01/2013 11:38

O cristianismo é uma religião monoteísta baseada na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré, tais como estes se encontram escritos nos Evangelhos, parte integrante do Novo Testamento.

Os cristãos acreditam que Jesus é o Messias e como tal referem-se a ele como Jesus Cristo. Com cerca de 2,13 bilhões de adeptos, o cristianismo é hoje a maior religião mundial, adotada por cerca de 33% da população do mundo.

É a religião predominante na Europa, América, Oceania e em grande parte de África.

O cristianismo começou no século I como uma seita do Judaísmo, partilhando por isso textos sagrados com esta religião, em concreto o Tanakh, que os cristãos denominam de Antigo Testamento. À semelhança do Judaísmo e do Islamismo, o cristianismo é considerado como uma religião abraâmica.

Segundo o Novo Testamento, os seguidores de Jesus foram chamados pela primeira vez "cristãos" em Antioquia (Actos 11:26).

Os ensinamentos de Jesus de Nazaré influenciaram o surgimento do cristianismo e de várias outras religiões.

Principais crenças

Embora existam diferenças entre os cristãos sobre a forma como interpretam certos aspectos da sua religião, é também possível apresentar um conjunto de crenças que são partilhadas pela maioria deles.

O cristianismo herdou do judaísmo a crença na existência de um único Deus, criador do universo e que pode intervir sobre ele. Os seus atributos mais importantes são por isso a onipotência, a onipresença e onisciência.

Outro dos atributos mais importantes de Deus, referido várias vezes ao longo do Novo Testamento, é o amor: Deus ama todas as pessoas e estas podem estabelecer uma relação pessoal com ele através da oração.


A Trindade

O Deus da Trindade é um só Deus em três Pessoas distintas – Pai, Filho e Espírito Santo. Essas três pessoas não surgiram num momento especifico da historia, mas existem desde sempre e se revelaram ao longo da história. Sinal da fé trinitária é que, desde os primórdios do Cristianismo, o batismo foi celebrado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

O Pai

Criador do céu e da terra é Deus. É o modelo de perfeição que os discípulos devem procurar alcançar – “Sede perfeitos, como vosso Pai celeste é perfeito” (Mt 5,48). O caminho para o Pai é Jesus – “Ninguém vai ao Pai senão por mim” (Jo 14,6). “ Eu e o Pai somos um” (Jo 10,30).

O Filho

Que se fez homem e recebeu o nome Jesus Cristo, é Deus. O envio do Filho foi fruto do amor radical do Pai – “Deus amou de tal maneira o mundo, que lhe deu seu Filho único, para quem todo o que nele crer, não pereça, mas tenha vida eterna” (Jo,3,16-17).

O Espírito Santo

Enviado a nós pelo Pai e o Filho, é também Deus. Jesus prometeu – “Descerá sobre vós o Espírito Santo. Ele vos dará força e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, até os confins do mundo.”(At. 1,8).

As crenças principais declaradas no Credo de Nicéia são:

ž  A crença na Trindade;

ž  Jesus é simultaneamente divino e humano;

ž  A salvação é possível através da pessoa, vida e obra de Jesus;

ž  Jesus Cristo foi concebido de forma virginal, foi crucificado, ressuscitou, ascendeu ao céu e virá de novo à Terra;

ž  A remissão dos pecados é possível através do batismo ;

ž  Os mortos ressuscitarão.

Escrituras Sagradas

O cristianismo aceita como livros sagrados, porque inspirados por Deus, os livros da Bíblia, organizada em Antigo Testamento e Novo Testamento.

Toca em minhas mãos, não tenha medo não!
Pois não sou fruto da imaginação!
Sou Aquele que o mundo tentou sufocar,         (
slide 17)
Mas venci o Mal e a Morte, sofri por te amar,
Sou a Única Verdade, Sou a solução,
Dessa incerteza que te invade!



Alguns dias têm uma data fixa no calendário (como o Natal, celebrado a 25 de Dezembro), enquanto que outros se movem ao longo de várias datas. O período mais importante do calendário litúrgico é a Páscoa, que é uma festa móvel. Nem todas denominações cristãs concordam em relação a que datas atribuir importância. Por exemplo, o Dia de Todos-os-Santos é celebrado pela Igreja Católica e pela Igreja Anglicana a 1 de Novembro, enquanto que para a Igreja Ortodoxa a data é celebrada no primeiro Domingo depois do Pentecostes; outras denominações cristãs não celebram sequer este dia. De igual forma, alguns grupos cristãos recusam celebrar o Natal uma vez que consideram ter origens pagãs.

Advento: período constituído pelas quatro semanas antes do Natal, entendidas como época de preparação para a celebração do nascimento de Jesus Cristo;

Natal: celebração do nascimento de Jesus;

Epifania: para os católicos, celebra a adoração de Jesus Cristo pelos Reis Magos, enquanto que para os cristãos ortodoxos o seu batismo. Acontece doze dias após o Natal;

Sexta-feira Santa: morte de Jesus,

Domingo de Páscoa: ressurreição de Jesus;

Ascensão:ascensão de Jesus ao céu. Acontece quarenta dias após o Domingo de Páscoa;

Pentecostes: celebração do aparecimento do Espírito Santo aos cristãos. Ocorre cinquenta dias após o Domingo de Páscoa.

Exercícios de aprendizagem. ( 1,5 cada. Consultar o texto para responder)-15P.

      Baseado na leitura, responder:

1. De onde surgiu o nome Cristianismo?

2. O que está escrito no Novo Testamento?

3. O que significa a palavra advento?

4. O que quer dizer a palavra Epifania?

5. O que diz o quinto mandamento?(pesquise no slide 17).

6. O que significa a Santíssima Trindade?

7. O que significa Monoteísmo?

8. Qual é o texto Sagrado do Cristianismo?

9. Em que regiões do mundo predomina o cristianismo?

10. Qual a mensagem de Deus se encontra no Novo testamento?